• Da redação

Ball Black Horses busca o bicampeonato na Copa Itapira de Basquete


Equipe holambrense é a atual campeã da competição e busca repetir o feito em sua segunda participação; desafio é superar o Magnatas, que joga em casa com o apoio de sua torcida.

A equipe de basquete Ball Black Horses, que representa Holambra na Copa Itapira de Basquete, está classificada para a final da competição após derrotar o time de Aguaí pelo placar de 65 x 61. O nome do time inclui a empresa Ball Flores e Plantas Ornamentais, que é da estância turística e patrocina a equipe.

A competição é organizada pela Secretaria de Esportes e Lazer (SEL) de Itapira, em parceria com a ADR (Associação Desportiva Regional) e reúne 12 equipes de oito cidades. As partidas acontecem no ginásio de esportes Benedito Alves Lima, o Itapirão.


O Ball Black Horses é o atual campeão da Copa Itapira de Basquete e busca repetir o feito logo em sua segunda participação. O grande desafio na defesa do título e na busca do bicampeonato será derrotar a equipe do Magnatas, de Itapira. O jogo será neste domingo, 1º de outubro, às 10h, no ginásio Itapirão.

“Só por chegarmos numa final pela segunda vez consecutiva estamos supermotivados, e com certeza vamos fazer de tudo para sermos bicampeões”, revela Fred Scheltinga, jogador e um dos líderes do time holambrense.

Segundo ele, a vaga obtida na semifinal da Copa Itapira 2017, diante de Aguaí, foi bastante comemorada. “Conseguimos a vaga na semifinal num jogo muito difícil, pois saímos perdendo no primeiro quarto, tivemos um ótimo segundo quarto e conseguimos nos acertar ofensivamente em quadra, abrindo uma vantagem e sabendo administrar durante o terceiro quarto da partida”, conta o atleta.

Segundo Scheltinga, no último quarto de tempo do jogo a equipe de Aguaí veio com tudo, tentando uma virada, mas o moral da equipe holambrense estava alto e os atletas souberam se ajustar defensivamente em quadra. “Foi a partida mais difícil do campeonato até agora”, destaca.

Unidos pela superação

O Ball Black Horses contou com 18 jogadores durante todo o campeonato, o que foi bastante providencial, uma vez que o regulamento permite utilizar 12 atletas por partida. Para Fred Scheltinga, o revezamento entre os atletas e a vontade de cada um em disputar o campeonato para vencer foram fatores determinantes para que o grupo se superasse nos momentos mais difíceis.

“Acredito que o fato de treinarmos toda segunda-feira no ginásio municipal, aqui em Holambra, faz a diferença em relação as outras equipes, pois estamos melhorando nosso entrosamento e sempre conversamos sobre partidas que fizemos para tentar corrigir os erros cometidos durante o campeonato”, explica.

Por ser um time formado em sua maioria por moradores de Holambra, com reforços de Jaguariúna e Artur Nogueira, o objetivo é conseguir novos adeptos para o esporte na Cidade das Flores e, quem sabe, montar uma Escolinha de formação para futuros atletas.

Fotos cedidas por Fred Scheltinga/Ball Black Horses - Holambra

#CopaItapira #Basquete #BallBlackHorses #Magnatas #GrandeFinal #Bicampeonato

14 vues0 commentaire